segunda-feira, 3 de maio de 2010

domingo, 2 de maio de 2010

The Sixty One: meu site de streaming favorito dos últimos tempos

Há muito, muito tempo atrás, o único jeito de ouvir música era ao vivo. Depois que inventaram os discos, tudo ficou mais fácil. Ouvir música virou uma coisa do dia-a-dia.

Em seguida veio o Walkman, ampliando ainda mais o tempo em contato com a música e a participação dela na vida das pessoas.

Mas o que mudou mesmo a vida das pessoas foi o MP3 e a troca de arquivos online. Qualquer disco do mundo ficou ao alcance de todo mundo! Nos últimos 10 anos, ouvi 50 vezes mais discos que nos 10 anos anteriores.

Com certa dificuldade, perdi o apego do disco físico, mas hoje nem me lembro qual foi a última vez que comprei um. Já estava me acostumando com essa dinâmica quando o streaming apareceu. E veio pra ficar.

Estranhei um pouco no começo já que fui criada numa época em que a indústria fonográfica estava no seu auge, e possuir a gravação, o encarte e tudo mais fazia parte da experiência. Amigos competiam por quem tinha mais CDs e quem tinha aquela versão japonesa do disco com uma faixa especial.

Quer dizer que nem o arquivinho de MP3 a gente não devia ter mais? Quanto desprendimento...

Apesar de tudo virei fã do site Last.fm há uns bons 3 anos. Criei meu perfil, gostei da parte de relacionamento que o site proporciona, e principalmente as sugestões feitas de acordo com nosso perfil.

Baixar música virou coisa velha.

Já nos últimos meses passei a usar mais o Grooveshark do que o Last.fm. Nele você pode salvar as suas playlists, o que é muito útil, principalmente em ocasiões festivas. Com a playlist você pode ser DJ e aproveitar a festa ao mesmo tempo!

Melhor ainda é ter uma conexão de dados ilimitada no celular e ouvir músicas diretamente desses sites. Vira um combo de Walkman com rádio. Muito útil também.

Mas isso tudo era só pra dizer que a minha última descoberta tecnologica é o site The Sixty One. Uma mistura de Last.fm com Grooveshark. Nas palavras do próprio site, no The Sixty One novos artistas fazem as músicas e os ouvintes decidem o que é bom.

Ele é cheio de features charmosinhas e tem a melhor usabilidade que eu vi nos últimos tempos! Caí de amores durante o processo de sign in.

Acabei de descobrir mais uma coisa legal dele: as quests (ou tarefas). A que estou fazendo agora se chama "In the Mood" e consiste em ouvir 4 estilos, ou moods, por 5 minutos cada. Uma forma divertida de perder o medo de ouvir coisas que você não costuma ouvir.

Esse é um site para desbravadores musicais.