sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Sofazão: Fernando Serboncini

O sofazão dessa sexta está fino!

Como vocês já sabem, essa semana eu tive o prazer de conhecer o Google em BH. Depois de assistir à palestra do Idelber Avelar, conheci o Fernando Serboncini que foi ultra simpático e teve a paciência de mostrar os 5 andares de escritório pra gente. Além disso me indicou uma banda super legal chamada Lestics. Daí tive a idéia de convidá-lo para participar do dia de convidados aqui do Síncope.

Ele logo já disse que ia ser difícil escolher apenas uma música, ou banda para indicar, e de fato acabou indicando 7. Ele me mandou um post lindo, cheio de dicas e ainda por cima com uma jukebox para que vocês possam ouvir as dicas aqui mesmo! Isso que dá chamar esse pessoal tecnológico pra sentar no sofazão. :)

Leiam e escutem as dicas do Fernando abaixo:

Rock, Folk e Tango




A Bel pediu pra eu falar da música que tenho mais ouvido. Não
consegui. Resolvi falar de algumas. Pra compensar, deixei aqui do lado
esquerdo uma Jukebox com algumas músicas dos CDs que escolhi.
Espero que vocês gostem. Vamos lá.


A velha coisa nova é Tom Zé. O Brasil tem alguns bons músico
e poucos gênios. Esse homem é um dos do segundo grupo. Infelizmente,
só vai ser famoso por aqui se morrer e a Globo decidir fazer um
especial sobre ele. Mas paciência. O disco que eu separei é Tom
, de 1970. O CD é simples sem ser bobo. E não se engane pela
capa com violãozinho bossa-nova. Esse disco é rock&roll. A faixa
que escolhi é Jimmy, renda-se, com seu riffzinho bacana e uma
letra que repete uma cacofônia bilingue, falando português querendo
parecer inglês e lembrando músicos americanos importantes (como o
próprio nome da música).



Agora damos um pulo para 2006 e temos Regina Spektor,
nascida na Rússia mas cantora e compositora do East Village em NY. O
CD é Begin to hope e gruda na cabeça que nem chiclete na sola
do pé. As músicas que vivem no meu repeat são Fidelity (feita
enquanto a autora via High Fidelity): "I never loved nobody
fully, always one foot on the ground. And by protecting my heart
truly, I got lost in the sounds I hear in my mind."
. É bonito de
verdade. A segunda música do "repeat infinito" é Hotel song:
"I have dreams of orca whales and owls but I wake up in fear. You
will never be my dear dear friend"
. É música pra se ouvir gritando
a letra junto. É popzinho e diverte.


Aproveitando a onda americana, temos mais dois songwriters do
estilo voz e violão. Primeiro Eric Hutchinson, com o disco
That could've gone better. A faixa é Rock'n'roll. Depois
a californiana Megan Slankard, com o cd Freaky little
story
e a faixa Too Bad You, ao vivo no Jammin' Java:
"We've become that couple down the street, can you blame us?".
Os dois muito bacanas. Ótimo para dias de chuva.

A última parada é a França de 1994 com Francis Cabrel e e
seu disco Samedi soir sur la terre. A música é L'arbre va
tomber
: "Y avait pourtant tellement de gens qui s'y abritaient,
et tellement qui s'y abritent encore. Toujours sur nous penché quand
les averses tombaient une vie d'arbre à coucher dehors"
. Cabrel
soa como uma espécie de filho do Bob Dylan com o Djavan. :)


Para terminar, outros franceses, agora do Gotan Project com
o disco La revancha del tango de 2001. A música é
Tríptico.



Espero que tenham gostado. Até.





quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Patrick Wolf faz cover de Joni Mitchell

Hoje de manhã eu estava ouvindo Joni Mitchell e repeti a música "River" algumas vezes, clima de natal chegando e tudo mais.

Agora eu estava dando uma olhada nos meus feeds e me aparece essa versão do Patrick Wolf para essa bela música.

Assiste aí. (Não encontrei a versão da Joni no Youtube, mas você pode escuta-la no Hype Machine: Joni Mitchell - River)



Mais uma versão do P. Wolf. Essa está mais completa.

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Palestra no Google

Ontem o Idelber Avelar foi dar uma palestra sobre música brasileira para os Googlers de BH. Ele convidou a Luiza para ir lá prestigiar, que me chamou para ir junto, já que o assunto era do meu interesse.

O Idelber falou sobre o livro que ele está escrevendo, deu um panorama sobre a música brasileira desde os anos 70 e explicou que o conceito de MPB está ligado a identidade social e não ao formato musical propriamente. Achei essa visão muito legal.

A palestra foi toda em inglês, o que para o Idelber não é nada, já que ele é professor na Tulane University. (procurei no youTube mas parece que o vídeo ainda não está disponível)

Depois disso, o Fernando Serboncini, que é engenheiro no Google BH, fez um tour com a gente pelos 5 andares da empresa. Ganhamos um monte de brindes legais e vimos que tudo que se fala sobre os escritórios do Google (lanchonetes incríveis, sala de jogos, cadeira de massagem) é verdade.

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Sofazão: Mariana Gogu

Depois de falhar por algumas semanas, o sofazão do blog Síncope está de volta. Na volta, em grande estilo, recebo a minha colega de trabalho, Mariana Gogu. A Mariana começou a trabalhar aqui na Mapa Digital há pouco mais de um mês, mas já vi que temos muito em comum. O blog que ela escreve é o Tá Postado. Ele é cheio de coisas interessantes, atualizado com bastante freqüência e já é um dos meus favoritos. Leia a dica da Mariana sobre o que é que ela escuta sem parar:

Stereo Total


"A banda que mais tenho escutado ultimamente é Stereo Total, que na verdade é uma dupla, formada pela francesa Françoise Cactus e o alemão Brezel Göring.

O som é uma mistura de música eletrônica e rock e as músicas são dançantes e muito divertidas. As letras são despretensiosas, bem-humoradas e escritas em várias línguas, como inglês, alemão e francês (o que me fez aprender meia dúzias de palavras novas).

Não sou especialista no assunto, aliás, estou muito longe de ser. Só escuto músicas de bandas pelas quais me apaixono logo de cara. Escuto 3 ou 4, se gostar continuo ouvindo, se não gostar, não insisto. Com o Stereo Total foi assim, amor a primeira vista, ou melhor, amor ao primeiro som.

Gosto particularmente de “Comme un Garçon’’e “Je Suis une Poupeé”, ‘’Holliday Innn’’, “Holliday out” e “Heaven’s in the Back Seat of my Cadillac’’ – Todas têm letras ótimas e as últimas 3 são excelentes para escutar ao volante."


My Space do Stereo Total
Site oficial do Stereo Total

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Battles em BH - Eleronika 2007

Finalmente coloco aqui algumas fotos do show do Battles na última sexta-feira, na Roxy em BH. O show foi incrível! Pena que o batera perfeccionista deu uma surtada por causa de uma caixa quebrada e a banda acabou tocando 2 músicas a menos do que gostaria.


Veja mais fotos que eu tirei no flickr.

Battles - Belo Horizonte - Eletronika

Battles - Belo Horizonte - Eletronika

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Manual do Ouvinte

Yey! Minha coluna Manual do Ouvinte foi atualizada no Pílula Pop. Vai lá e leia as minhas dicas.

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Festival Eletronika - Debates e show do LCD Soundsystem

Ontem foi o primeiro dia de Eletronika aqui em Belo Horizonte. Comecei a noite indo ao ciclo de debates do festival que nessa primeira noite contou com a presença de jornalistas/blogueiros especialistas em música. O tema era
Divulgação e Cobertura em Tempos de Internet e tinha a participação de Thiago Ney (jornalista Folha de S. Paulo e blog Ilustrada no Pop), Lúcio Ribeiro (jornalista, blog Popload), Kid Vinil (DJ, músico e radialista), Paulo Terron (jornalista, blog With Lasers) e Daniel Barbosa (jornalista, O Tempo), com mediação do Alexandre Matias.

Fora as chaturas que rolam em todo evento como esse, e que geralmente têm a ver com a participação do público, o debate foi bem legal. O Kid Vinil, o Lúcio Ribeiro, o Paulo Terron e o Alexandre Matias foram os que mais participaram e tiveram muita paciência com as perguntas e comentários do pessoal. O Thiago Ney falou pouco, mas falou bem sobre a diferença de formato e linguagem entre a mídia impressa e a digital. Daniel Barbosa praticamente não participou, mas o Carlos Eduardo Miranda que estava na platéia acabou falando bastante e ocupando o lugar deixado pelo Daniel.

Mais tarde fui pro show do Chevrolet Hall. Como eu só estava mesmo interessada no LCD Soundsystem que estava marcado para as 2 da manhã, cheguei lá um pouco antes de começar. Acho que não atrasou e o Chevrolet Hall não lotou, mas também não ficou vazio. Deu para ver tudo de perto e com conforto. O show foi bem animado, o James Murphy arrasa no vocal e o baterista tocou de shortinho amarelo (espero que a desculpa seja a falta de costume com o calor do Brasil). Abaixo, algumas fotos que eu tirei. Veja mais lá no flickr.

LCD Soundsystem - Belo Horizonte - Festival Eletronika

LCD Soundsystem - Belo Horizonte - Festival Eletronika

Para quem se interessou pelos debates do Eletronika ainda pode participar hoje e amanhã. Veja a ótima programação:

Dia 15/11, qui - “Estamos Fazendo”
Núcleos de Produção Independente


- André Barcinski (jornalista, Circuito Techno e Clash Club)
- Fabrício Nobre (músico, produtor, Monstro Discos)
- Bruno Maia (produtor Chappa Quente)
- Ana Garcia (produtora festival Coquetel Molotov)
- Cláudio Pilha (produtor Campeonato Mineiro de Surf, A Obra)

Dia 16/11, sex - "Entre o YouTube e a MTV"
A Importância do Vídeo como Veículo


- Carlos Eduardo Miranda (jornalista, produtor)
- Renata Simões (jornalista, apresentadora do Multishow)
- Dagoberto Donato (editor do site TramaVirtual)
- Israel do Vale (jornalista, produtor)
- Kiko Ferreira (jornalista, Estado de Minas/Rádio Inconfidência)

Local: Oi Futuro - Multiespaço/Oi Futuro
Endereço: Av. Afonso Pena, 4001 - Térreo – Belo Horizonte/MG
Fone: (31) 3229-3131
Horários: dia 14 – 19hs; dia 15 – 16hs; dia 16 – 19hs
Entrada: Gratuita

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Sub Pop, Cansei de Ser Sexy e iPod Touch

Li em algum lugar a notícia de que o selo Sub Pop abriu uma loja virtual em seu site para vender músicas dos seus artistas. Fui lá dar uma olhada e aproveitei para ler as notícias na home do site. Uma delas dizia que a nova propaganda da Apple pro iPod Touch tem como trilha sonora a música "Music is my hot, hot sex" do Cansei de Ser Sexy, que tem contrato com a Sub Pop.

Achei essa notícia bem legal! Fico sempre impressionada com o sucesso que eles estão fazendo pelo mundo. Essa não é a primeira vez que falo aqui dos feitos incríveis alcançados pela banda brasileira, mas dessa vez realmente eu fiquei impressionada (e com uma pontinha de inveja).

Continuei lendo a notícia e o mais legal é a história por trás da propaganda. Na verdade ela foi feita por um fã inglês de CSS. O jovem achou que seria legal colocar a frase "Music is where I want you to touch" em uma propaganda do iPod Touch. Ele fez um vídeo amador, colocou no youTube e depois disso dá pra imaginar que a Apple entrou em contato com ele para fazer da idéia um vídeo oficial do produto. Ah nem... morri esmagada pela minha insignificância agora.

pop-cansei-lovefoxx-3
Love Foxxx na Pop Magazine

Ah, só mais um detalhe: a Love Foxx saiu na lista da NME de pessoas mais cool do mundo pela segunda vez. Esse ano ela ficou na 3 posição. Very Cool!

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Eletronika 2007 - Belo Horizonte

Logo Eletronika 2007

Para quem ainda não está sabendo, nos dias 14 a 16 de novembro vai rolar mais uma edição do Eletronika - Festival de Novas Tendências Musicais aqui em BH. Não deixem de ir porque a programação está bem legal, com as grandes atrações internacionais como LCD Soundsystem, Battles e The Field.

PROGRAMAÇÃO

Dia 14/11/07 - Chevrolet Hall


22:00 - 23:30 - Kowalsky (BH)
23:30 - 00:30 - Turbo Trio x Mixhell X Chernobyl (SP-POA)
00:30 - 02:00 - Shir Khan (Berlim)
02:00 - 03:30 - LCD Soundsystem (NYC)
05:30 - 07:00 - Bo$$ in Drama (CWB)

Dia 16/11/07 - Roxy Club

Pista 1
23:00 - Dago (SP)
00:30 - Battles (NYC)
01:30 - The Field (Estocolmo)
02:30 - Mau Mau (SP)
04:30 - Fred Mafra (BH)

Pista 2
00:00 - 01:30 - Killer Shoes (BH)
01:30 - 03:00 – Gente Bonita (SP)
03:00 - 05:00 - Miranda (SP)

Olha, até hoje eu não fui na Roxy, então não sei bem como é o espaço lá, mas estou achando muito estranha essa tendência de colocar dois palcos em lugares fechados e pequenos. O festival da Obra/Alto Falante no Lapa foi a prova de que isso não é uma boa idéia. Mas quem sabe dessa vez funciona...

James Murphy - LCD Soundsystem
James Murphy - LCD Soundsystem