sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Sofazão: Thiago Ocampo

Hoje no sofazão meu convidado é o santista Thiago Ocampo. Conheço o Thiago apenas virtualmente e não me lembro quem descobriu o blog do outro primeiro, mas acredito que a admiração foi mútua. O Thiago é um dos participantes do excelente Your Mother Should Blog (aliás, ótimo nome) e também do blog BritRock Post que eu acabei de conhecer. Além disso é moderador da lista BritRock Group, da qual pretendo participar imediatamente. Abaixo o convidado conta pra gente o que é que ele não consegue parar de escutar:

"Uma voz vem se firmando neste ano na cena britânica, com propriedade e personalidade, o que é mais importante. Alguns o tem como gênio, outros como apenas mais um excêntrico. Estamos falando de Gruff Rhys, o líder e vocalista da banda Super Furry Animals. Para quem conhece os caras, que já têm 10 anos de estrada, dizer que os Furries fazem música fabulosa e que Rhys é o mestre responsável por isso é chover no molhado. E quem não conhece, deveria conhecer. Sobretudo o novo trabalho desse quinteto galês de Cardiff, entitulado "Hey Venus!", o oitavo álbum de estúdio nesses 10 anos. O dedo criativo, bizarro e despretencioso de Rhys está lá, em cada uma das 12 faixas.

O álbum ainda não foi lançado oficialmente mas é óbvio que todo mundo já pode ouví-lo. E deve, pois supera o fracasso e a falta de interesse do antecessor "Love Kraft", de 2005. Aliás, a má impressão já pôde ser desfeita no início deste ano quando Rhys lançou seu segundo trabalho solo, o elogiadíssimo e aclamado "Candylion", que levou o músico a uma turnê grande para os propósitos do projeto. Até no longínquo Brasil o cara apareceu, num evento especial patrocinado. O Brasil na verdade já vem fazendo parte da carreira do grupo há algum tempo, seja nos profissionais que vieram a trabalhar com eles depois de sua primeira visita ao país, no Tim Festival de 2003, ou mesmo nas sonoridades implantadas por esses profissionais e aprovadas por completo pelos músicos.

O fato é que "Hey Venus!" trás de volta um Super Furry Animals dedicado às esquisitices sonoras e transformando tudo isso num caldeirão de samplers, riffs e vocais dedicados, numa música mais pop que Justins e U2s da vida. A banda vai de um extremo ao outro em minutos. Não há história pra contar, não há regras: sobra músicalidade. Já disse por aí que a faixa "Show Your Hands", primeiro single, é uma das canções mais perfeitas de 2007 até então. Seguida de perto por "Runaway", "Baby Ate My Eight Ball" e "Carbon Dating", onde Rhys e seus meninos mostram tamanha personalidade e maturidade que impressiona quem esperava outro pequeno fracasso, repleto de elementos desconexos e sem finalidade, sem identidade. Nada disso levará os Furries ao patamar pop alternativo de estádios lotados, coisa e tal. Mas os fãs da banda sem dúvida agradeceriam uma visitinha em breve."