sexta-feira, 30 de março de 2007

Pet Shop Boys em BH

Eu não fui ao show dos Pet Shop Boys em Belo Horizonte. A preguiça de um domingo foi maior do que qualquer coisa. Mas eu ainda tenho amigos com espírito jovem como o João Andrade. Eu pedi e João escreveu pro Síncope como foi o show, e ainda mandou fotos.

Apesar de o show ter acontecido há quase duas semanas eu só pensei em pedir a colaboração há poucos dias, por isso a notícia está um pouco datada. Mas agora fico esperta para pedir a little help from my friends quando necessário.

Texto e fotos por João Andrade.

"You are crazy, people. And we love it!"


Com essas simpáticas palavras, Neil Tennant, vocalista dos Pet Shop Boys, encerrou o show da dupla em Belo Horizonte, no dia 18 de março (domingo). O duo inglês já havia passado 2 vezes pelo Brasil sem pisar em BH – em 1994 os caras se apresentaram em São Paulo e no Rio de Janeiro, e, em 2004, apenas em SP – mas, desta vez, decidiram
incluir a capital mineira na turnê do álbum “Fundamental”. A julgar pelo número de ingressos vendidos (quatro mil e setecentos, segundo a organização do evento) e pela alegria da platéia, ninguém se arrependeu da decisão.

A longa fila na porta do Chevrolet Hall era uma pista do que estava por vir. A apresentação estava marcada para começar às 20 horas, mas, às 20:30, pelo menos um terço do público ainda não havia conseguido entrar. A expectativa era grande, e a falta de informação, completa. Pessoas que esperavam de pé havia 30 minutos ainda se perguntavam se estavam na fila certa. Só quando o show começou, com 40 minutos de atraso, foi liberado o segundo portão de acesso ao ginásio.

Quem subiu as escadas correndo ainda conseguiu ouvir o final da música de abertura, "God Willing/ We're The Pet Shop Boys", mas perdeu a entrada em cena da dupla e de seus dançarinos. Em seqüência, veio "Left My Own Devices", e o esforço sincero de Tennant em dizer corretamente “Alô, Belo Horizonte!” ganhou a simpatia do público, que vibrou, aplaudiu e dançou muito, mesmo durante as músicas menos conhecidas.

Não existiam lugares vazios na pista, e as arquibancadas estavam cheias também. O calor incomodou um pouco, mas não comprometeu. Serviu como uma desculpa a mais para que boa parte da platéia (da platéia masculina, pelo menos) tirasse a camisa. Como bem disse um amigo, o público era formado basicamente por gays, tiozinhos e tiozinhos gays. Mas não é todo dia que se vê nesta cidade um time de descamisados dançando ao lado de jovens casais e pais de família saudosos dos anos oitenta.

E se alguém tinha dúvidas de que a apresentação agradaria a grupos tão diversos, elas foram esquecidas quando os primeiros acordes anunciaram a ótima “Se a Vida É”, seguida da indefectível “Domino Dancing”. Todos dançaram e cantaram indistintamente. Até o final da noite, vários outros hits causariam igual reação: “It’s a Sin”, "Always On My Mind", "Where The Streets Have No Name/ Can't Take My Eyes of You" e "Go West" (esta, com direito a uma impressionante adesão em massa à coreografia).

inverno

africa

A empolgação foi menor durante a execução de músicas menos conhecidas, como “Home And Dry”, “Minimal” e "I'm With Stupid" (esta, um hino antibush bem chato), mas, mesmo nesses momentos, o divertido espetáculo visual mantinha o público no lugar. Num telão eram projetados desde cenas históricas reais (o funeral da Princesa Diana, por exemplo) a capas de álbuns da dupla. Dançarinos interagiam com as imagens gigantes e desenvolviam movimentos sincronizados.

Os recursos de iluminação e figurino foram explorados no limite da estética gay. Luzes neon coloridas piscavam conforme o ritmo da música, e ora spots destacavam diretamente a dupla, os backing vocals e os dançarinos, ora projetavam imensas sombras deles no telão. Para cada coreografia, havia uma roupa específica, que variava de uma fantasia dourada de cowboy a casacos de inverno pesadões, passando por um sombrero – justiça seja feita: Christopher Sean Lowe, mais discreto que Tennant, ficou o show praticamente inteiro no canto direito do palco, não fez coreografias, não vestiu figurinos temáticos, nem usou sombrero.

Fato é que a apresentação durou pouco mais de uma hora, tempo suficiente pra que os Pet Shop Boys apresentassem todos os seus hits – o que todos queríamos ouvir – sem que o público se cansasse – diferentemente do que aconteceu na primeira noite dos caras em São Paulo, taxada de “morna” pela imprensa paulistana.

E a satisfação parece ter sido mútua. Após deixarem o palco pela primeira vez, foram trazidos de volta pelas batidas frenéticas dos pés da platéia e, depois de mais algumas esforçadas tentativas de agradecimento (Belo Horizonte é um nome impronunciável), não hesitaram em tocar “Being Boring”, uma das canções mais esperadas e pedidas da noite, que não fazia parte do set list original e não foi tocada no Rio.

No fim das contas, todos parecem ter se divertido muito.

P.s.: Alguém avisa ao Chevrolet Hall que quem paga R$80,00 por um show de pouco mais de uma hora de duração espera um mínimo de conforto e organização. Chega de cerveja Kaiser/Bavária por R$ 3,50, som baixo e ar-condicionado fraco. E o que dizer de apenas um portão de entrada para 4.700 pessoas?

gowest

poser

limao

terça-feira, 27 de março de 2007

Novo disco do Spoon

Spoon é uma das minhas bandas preferidas. Como foi dito nos comentários de SXSW - South by Shouthwest, a banda é texana, de Austin. Conheci em 2001 quando ouvi "Lines in the suit", do disco Girls can Tell pela primeira vez. Escute-a abaixo:

MP3: Lines in the suit

Spoon vai lançar seu sexto disco que vai se chamar Ga ga ga ga ga. Eita nominho feio. Deixo aqui algumas músicas do novo álbum que já foram executadas ao vivo e um vídeo feito no SXSW desse ano, também de uma música nova.

MP3: Target
MP3: Rhythm & Soul

Vídeo: "Don't You Evah" Live At Stubb's 3/17/07

segunda-feira, 26 de março de 2007

Cachorro Grande + Nando Reis

Vocês se lembram de quando, no ano passado, eu fiquei aqui pedindo votos para ser coke master na promoção da coca cola? Como vocês já sabem, eu consegui virar coke master de música graças aos votos do leitor e por causa disso concorro aos prêmios. Amanhã sai o resultado final do concurso. Torçam pelo blog Síncope. :)

Mas, além do concurso de blogs Coke Ring, o site da Coca Cola tem uma página chamada Estúdio Coca-Cola . Nesta página será possível conferir 7 encontros musicais inusitados ao longo dos próximos meses, promovidos pela Coca Cola em parceria com a MTV.

Já aconteceu um do D2 com o Lenine, o próximo será da Pitty com a Negra Li. Tá bom, desses artistas aí, o único que eu curto é o Lenine. Mas o terceiro show vai ser do Cachorro Grande com o Nando Reis. O Cachorro Grande é rock, e o Nando Reis, além de ser o cara que mais ganha grana com direitos autorais no Brasil, é provavelmente o melhor compositor de pop nacional atualmente. Música do Nando Reis é muito Nando Reis. Acho que até gente desprovida de talento auditivo consegue identificar uma composição dele na voz de outro cantor.

Todo mundo sabe que música brasileira não é o meu forte e eu me esforço muito mesmo para achar alguma banda nacional, atual e inovadora de que eu goste. Até agora não me apaixonei por nenhuma mas, com a oferta de bandas de rock brasileiro aumentando exponencialmente, estou até curtindo algumas. Por isso mesmo acho que essa iniciativa pode ter resultados interessantes, se a escolha dos músicos for bem feita.

Acho que as misturas que rolaram até agora não foram tão inusitadas quanto poderiam ser. Eu queria mesmo era ver Cansei de Ser Sexy com Zeca Pagodinho.

Enquanto a gente espera para saber quais serão os próximos shows, fique com o depoimento do guitarrista do Cachorro Grande:


O show do Cachorro Grande com o Nando Reis ainda nem foi gravado e deve ir ao ar só no fim de maio.

sexta-feira, 23 de março de 2007

Hope Sandoval

O meu amigo Leandro indicou e eu aprovei. Hope Sandoval é californiana, mas pelo som não parece nem mesmo que ela seja americana. Eu diria que é algo como CocoRosie meets Suzanne Vega.

Começou sua carreira no fim dos anos 80 com a banda Mazzy Star. Depois que a banda terminou, ela trabalhou com vários bandas como Air, Death in Vegas, The Chemical Brothers, Jesus and Mary Chain e Massive Attack.

Em 2001 formou a The Warm Inventions. Com essa banda gravou um disco completo chamado Bavarian Fruit Bread e dois EPs. A música a seguir se chama "Suzanne" e está no EP homônimo de 2002.



powered by ODEO

quinta-feira, 22 de março de 2007

A indústria fonográfica, mais uma vez

A Mariana postou no blog da Vila Rica e eu repito aqui o que o Michael Arrington do Techcrunch disse sobre a indústria fonográfica e direitos autorais. O assunto não é novidade, eu já venho batendo na mesma tecla até antes de começar esse blog, mas como esse pessoal da indústria fonográfica não entende, vamos repetir mais uma vez:

O Wall Street Journal noticou que a venda de CDs caiu 20% em um ano, entre 2006 e 2007. A indústria fonográfica precisa aceitar que os lucros de antigamente não existem mais e não vão voltar a existir. Processar os consumidores não vai resolver. Nada, na verdade, vai resolver o problema. O custo da produção e da distribuição de música caiu tanto que não tem o que fazer. Mais de um bilhão de músicas são baixadas por mês, a maior parte delas de forma ilegal.

As bandas terão que encontrar outra forma de ganhar dinheiro. Os shows serão o maior faturamento dos artistas. CDs, DVDs etc. serão usados para promover os shows. Os artistas populares continuarão a ganhar rios de dinheiro, mas não tão facilmente quanto no século passado.


Clique para ler a matéria na íntegra.

quarta-feira, 21 de março de 2007

Feist - Sea Lion Woman

Veja o novo vídeo da Feist para o cover de Nina Simone, Sea Lion Woman:

terça-feira, 20 de março de 2007

Elliott Smith e seus covers

Uau! 4 posts em um dia! É record no Síncope.

Na verdade eu havia preparado esse post ontem e me esqueci de publicá-lo. E ele é importantíssimo então eu não podia deixar passar.

Venho falar de Elliott Smith novamente em um curto espaço de tempo (e continuo devendo o link para download do New Moon pra quem pediu). É que dessa vez o Raw Blog está fazendo uma semana em homenagem ao músico e aos covers que ele costumava tocar nos seus shows.

Ontem o blog postou todos as músicas dos Beatles que o Elliott tocou e hoje são as dos Kinks. Imperdível.

Posts relacionados: Carnaval e o novo do Elliott Smith, New Moon

Streaming do novo do Modest Mouse

Ainda não ouviu o novo do Modest Mouse? Seus problemas acabaram.

Todas as faixas de We Were Dead Before the Ship Even Sank estão disponíveis em streaming no mySpace da banda.

Eu recomendo principalmente a primeira música, "March into the sea".

Aproveite porque a gente nunca sabe quanto tempo vai ficar disponível.

The Shins e o vício

No começo do ano, a banda The Shins lançou seu quarto álbum, Wincing The Night Away. O disco é uma delícia, como todos do Shins, mas como sempre tem uma música que a gente mais ama. Desta forma venho compartilhar o meu vício com vocês. Se trata da música "Sea Legs" que não sai do meu repeat.


powered by ODEO

Ah, e não deixe de visitar o site do Shins que já era lindo e agora foi reformulado com a cada do disco novo e continua lindo.

Super dica

g2p

Quer uma manha para achar mp3 pelo Google? É só ir lá no G2P e fazer sua busca.
Muito útil.

Para saber mais detalhes sobre o G2P visite o iHacked.com.

segunda-feira, 19 de março de 2007

Mapa das grandes gravadoras

gravadoras

Sempre quis saber qual gravadora está por trás de gravadoras menores, que, por sua vez estão por trás de gravadoras ainda menores?

O Rancid Amoeba fez um esqueminha gráfigo explicando tudo.

domingo, 18 de março de 2007

The Good, the bad and the queen ao vivo

Um agradinho para os leitores:

The Good, the Bad and que Queen fez um show em Washington na semana passada e quem quiser fazer um download dele na íntegra é só clicar no link abaixo.

Download de MP3: The Good, The Bad and The Queen em Washington D.C.

The Good, The Bad and The Queen

Para quem não conhece o som da banda e só quer ter uma idéia do que se trata, visite a página do mySpace dos moços e escute "Kingdom of Doom"

Smashing Pumpkins

1390442658_l
Jimmy Chamberlin

Fiz um DNA dos Smashing Pumpkins para o Pílula Pop. Não deixe de ler =)

sexta-feira, 16 de março de 2007

Mapa (turístico) do rock inglês

englandrocks

Adorei esse site chamado England Rocks. Ele dá todos os detalhes de lugares importantes para o rock inglês e legais de visitar. É possível filtrar os lugares pelas categorias Beatlemania, Festivals, Places of interest e Venues e pelas regiões da Inglaterra.

Quando você seleciona um lugar ele te mostra um mapa, fala um pouquinho sobre o lugar , e coloca links úteis. Olha só o que ele diz sobre o Cavern Club:

The Cavern Club

Celebrating its 50th anniversary in 2007, this site is not the original site where The Beatles were discovered in 1961 but a carefully rebuilt copy using the original plans and bricks. The Cavern still hosts upcoming bands - The Coral started out here. The wall in front of the club is a tribute to chart-topping Liverpool artists with a disc for every group that has had a number one hit. An abundance of photo opportunities await the visitor at every turn!

www.cavern-liverpool.co.uk

For more tourist information please visit www.visitliverpool.com

For travel information please visit www.virgintrains.co.uk


Bom saber.

quinta-feira, 15 de março de 2007

SXSW - South by Shouthwest

sxsw

Não tem jeito de não falar do festival South by Shouthwest essa semana. A sigla SXSW é a mais procurada no Technorati, e resultados é o que não falta. Praticamente todos os blogs que eu leio regularmente têm algo a falar sobre o SXSW, seja sobre música, cinema ou interatividade.

Este, eu imagino, é o festival mais bacana do mundo atualmente. Ele acontece todo ano no texas e a programação é bem variada. Conta inclusive com o nosso ministro da cultura dando palestra, entrevista e o que mais pedirem pra ele. Provavelmente, se ele arrumar uma platéia, vai dar uma canja. Assim a gente vai poder se vingar dos texanos por terem mandado o bush pro Brasil para ficarem livre dele por alguns dias.

Tem gente que vai no SXSW para assistir os inúmeros shows que acontecem o tempo todo em vários lugares diferentes, e são tantos que dá até tonteira. Sparklehorse, Sondre Lerche, Peter Bjorn and John, Albert Hammond Jr. dos Strokes, Marissa Nadler e Illinois são alguns dos que constam entre as dezenas de ilustres e semi-desconhecidos (vários totalmente desconhecidos também) que fazem parte da programação.

Para aqueles que curtem um computador, palestras interessantes pululam por todos os lados. Eu olho a lista e tenho vontade de chorar. Queria assistir a várias delas, como "The Influence of Art in Design", "How to Bluff Your Way in Web 2.0", "World Domination Via Collaboration", "Getting to Consistency: Don't Make Your Users Think". E essas são as que me interessaram só no dia 10/03.

Cansou de tanto papo nerd? Descanse pegando um cineminha. Vários filmes estão fazendo sua estréia durante o SXSW.

As palestras já foram só até o dia 13, mas os shows de música e as exibições de filme vão até o fim de semana.

Ficou com inveja de quem está lá? Eu também. Daqui há um ano é o próximo SXSW. Quem sabe os anúncios Google que agora moram nesse blog bancam a minha viagem pra lá, hein? Hein? ;P

*** Update:

Algumas dicas para quem quer se sentir um pouco lá dentro do SXSW. Via UsaToday.

Dica n.1: The Current está transmitindo ao vivo hoje e sexta. A programação de hoje inclui The Young Knives, Money Mark, Sondre Lerche e mais; amanhã tem Tom Morello, Andrew Bird, Fujiya & Miyagi e outros. Click para a programação.

Dica n.2: KEXP vai fazer streaming de Peter Bjorn and John hoje, junto com Apples in Stereo e outros. A progrmação de sexta inclui The Stooges e Beirut.

Dica n.3: WOXY.com está tranmitindo ao vivo toda a semanha do SXSW.

Dica n.4: NPR está disponibilizando performances ao vivo, entrevistas e muitas outras coisas durante o festival. Coloque o link nos favoritos e visite sempre.

Dica n.5: (Não sei se funciona no Brasil) Se vc tem DirectTV, você pode assistir 8 hs de perfomances todos os dias do festival. Descubra como.

Franz sem guitarras?!

franz

A banda Franz Ferdinand anda dizendo por aí que vai, no próximo disco, trocar a sua marca registrada (as guitarras) por sintetizadores. A justificativa é que eles querem se distinguir de bandas contemporâneas como Kaiser Chiefs e Razorlight. Atualmente eles estão trabalhando no terceiro álbum e mudando a direção musical para manter o seu som com ar de novidade.

O guitarrista Nick McCarthy diz o seguinte: "Queremos ser o mais pop que conseguirmos. Nós vamos perder as guitarras elétricas e tocar sintetizadores. Há muitas guitarbands por aí agora."

Não sei não, hein...

(Esse post contém partes de uma notícias que eu já não me lembro mais de onde tirei)


**Veja vídeos e escute Franz Ferdinand**

terça-feira, 13 de março de 2007

Desafio

guitarristas

Teste seus conhecimentos guitarristicos neste quiz. São 50 fotos de guitarristas famosos pra você identificar e contabilizar os pontos. Eu fiz só 12 :( No começo eu estava ótima, mas fui descendo e página e já não conhecia quase ninguém.

Diz aí. Você fez quantos pontos?

Illinois

Illinois

Não... não é sobre o disco do Sufjan Stevens que eu vou falar. Illinois é também o nome escolhido pelo quinteto da Pensilvânia para denominar sua banda. Eu ouvi essas duas músicas deles que eu coloco ali embaixo e recomendo. A gravadora deles é a Ace Fu, que é bem legal e dona de bandas como Devotchka (que está ali no meu top 5) e Pinback. Eles já estão para lançar o primeiro disco que se chama What the Hell do I know? e, além de tocarem no SXSW, têm show marcado com os Grizzly Bear & The Hold Steady. Para ouvir mais duas músicas, visite a página deles no mySpace.

Illinois - Screendoor

Illinois - Alone Again

segunda-feira, 12 de março de 2007

Portishead ao vivo

Quem estava com saudades do Portishead? Aí vai um vídeo gravado ao vivo em fevereiro.



Há dez anos o Portishead lançou seu último disco, sem contar com o LP ao vivo em Roseland e o disco solo de Beth Gibbons. A banda diz que vai lançar seu terceiro álbum até o fim desse ano. Enquanto isso, a gente fica aqui esperando o Chinese Democracy da boa música.

Para aqueles pouco familirizados com o som do Portishead, eu ia colocar um MP3 deles aqui mas não tenho nenhum nesse computador, portanto, a quem interessar não deixe de visitar a página deles no mySpace.

quarta-feira, 7 de março de 2007

Novo vídeo do Kings of Leon

Kings of Leon , ou as calças mais justas do Rock, estão lançando vídeo novo. A música é "On Call", primeiro single do disco que vai ser lançado em abril (mas que rednecks moderninhos! lançar video e single na web antes de lançar o disco real) Será o terceiro álbum da banda e vai se chamar Because of the Times.

On Call - Kings of Leon


A música é bastante boa, e tem todos os elementos que me fazem gostar do Kings of Leon e defendê-la dos preconceituosos a qualquer custo. Tem melodia fácil e gostosa, mas sem ser óbvia, tem a voz charmosamente rouca de um dos irmãos Followill (não sei bem qual), tem um baixo bacanudo e guitarrinhas catchy. Mesmo assim não entra no meu top 5 do KoL. Ela não é tão Rock 'n Roll quanto os três irmãos são capazes de fazer.

Meu top 5 Kings of Leon seria assim:

1- "Four Kicks"
2- "Happy alone"
3- "Red Morning Light"
4- "California Waiting"
5- "King of the Rodeo"

segunda-feira, 5 de março de 2007

Indie A Capella

Sabe o programa Irritando Fernanda Young? Então, acho que eu podia mandar esse post pra ela, que ela ia gostar. Nada mais irritante e engraçado do que Kaiser Chief e Devo cantados a capella. Além dessas, você encontra uma lista completa de rock na versão coral no site inkiostro. Não deixe de escutar também Be gentle with me (The Boy least likely to)


I predict a riot - cover do Kaiser Chief


powered by ODEO


Mongoloid - Devo

powered by ODEO

sexta-feira, 2 de março de 2007

Disco do White Stripes saindo do forno

Jack White anunciou no site dos White Stripes que o sexto álbum dele com Meg White está prontinho. Se chama Icky Thump e só não foi lançado por conta de burocracias corporativas.

Saiba todos os detalhes através palavras de Mr. White aqui no site oficial do White Stripes.

Já está rolando um videozinho do Jack no estúdio com um esqueleto dançando ao fundo. Engraçadinho. A música é “I’m Slowly Turning Into You”:


quinta-feira, 1 de março de 2007

Fotos do Arcade Fire

Ah... que inveja de quem estava neste show do Arcade Fire no dia 15 de fevereiro em NY. Eu queria ser aquele cara de vermelho bem no canto esquerdo :)

Arcade Fire

Veja mais fotos da banda tiradas por Joachim Ladefoged.

O verão e os festivais

Vai chegando esta época do ano e o hemisfério norte começa a se preparar para os festivais de verão. Opção é o que não falta. Se você estiver nos US and A você pode escolher entre o Coachella e o SXSC, e asssitir quase todas as bandas que você está gostando nesta semana. No velho mundo então, nem se fala. A cada esquina você tropeça em um festival. Enquanto isso, a gente aqui do terceiro mundo fica esperando para ver o que vai respingar em nós quando o todas as bandas já estiverem cansados, em fim de turnê e todos mundo doido para voltar para casa e ficar de pijama uma semana direto.

A única diferença esse ano é que a figura presente em todos (todos mesmo) os festivais internacionais é o CSS. Fico impressionada com o sucesso que eles estão fazendo. A vida deles deve estar muito boa, divertida e bêbada.

Ontem mesmo, um blog que eu adoro, o Music Slut, falou que a melhor notícia que ele recebeu nos últimos tempos era que o CSS estava indo se apresentar em NY.

Hoje o Brooklynvegan postou a lista de shows da próxima turnê da banda. Dá só uma olhada:

CSS - 2007 Tour Dates
Sunday, April 1- Tavastia Club, Helsinki
Tuesday, April 3- Casa Da Musica - Sala 2, Porto
Wednesday, April 4- Club Lux, Lisbon
Thursday, April 5- Sala Carocol, Madrid
Friday, April 6- Razzmatazz, Barcelona
Saturday, April 7- Festival Garorock, Marmande
Monday, April 9- Botanique, Brussels
Tuesday, April 10- Paradiso, Amsterdam
Wednesday, April 11- Gebaude 9, Koln
Thursday, April 12- Maria, Berlin
Friday, April 13- Flex, Vienna
Sunday, April 15- Magazzini Generali, Milan
Monday, April 16- Circolo Degli Artisti, Rome
Wednesday, April 18- Elysee Montmartre, Paris
Friday, April 20- Savoy, Cork
Saturday, April 21- Ambassador Theatre, Dublin
Sunday, April 22- Astoria, London
Monday, April 23- Astoria, London
Tuesday, April 24- Ritz, Manchester
Wednesday, April 25- The Liquid Room, Edinburgh
Thursday, April 26- Barrowlands, Glasgow
Sunday, April 29- Coachella Valley Music & Arts, Indio
Thursday, May 10- The Music Factory, Carlow
Friday, May 11- Trinity College, Dublin
Saturday, May 12- Mandela Hall, Belfast
Sunday, May 13- Dolan's Warehouse, Limerick
Thursday, May 17- Great Escape Festival, Brighton
Friday, June 1- Irving Plaza, New York City
Saturday, June 2- Middle East, Cambridge
Monday, June 4- Legendary Horseshoe Tavern, Toronto
Friday, June 8- Doug Fir Lounge, Portland
Saturday, June 9- Mezzanine (Noise Pop), San Francisco

É claro que os americanos só vão conseguir assistí-los se eles chegarem vivos até o fim do mês de abril. Desejo boa sorte.

CSS - cansei de ser sexy