sexta-feira, 24 de novembro de 2006

Não assista esse vídeo

O que diabos aconteceu com aquela jovem de atitude, que cantava numa banda de rock/ska, sobre o quanto as garotas eram menosprezadas e subestimadas, gritava, pulava, chutava e vestia calças largas? Virou uma perua funkeira platinada!

Meu deus, eu não entendo como que uma pessoa que tinha uma banda legal (pelo menos até o quinto CD) casou-se com o Gavin Rossdale, (se passou pela aprovação dele, passa pela minha também), teve um filho fofo esse ano e em poucos meses voltou à forma pré-barrigão, se submete a isso:

O blog Síncope adverte: esse vídeo pode causar enjôo, mal estar e dor de cabeça.



Cada dia fico mais impressionada com o que o dinheiro faz com as pessoas.

***

Do hip-hop, o que sempre me deixou mais boquiaberta é o break. A final do campeonato mundial de break dance acontece esse fim de semana em São Paulo. Se eu estivesse lá, nao perderia a oportunidade de ver algo desse tipo ao vivo:



Apesar de achar absurdo o que esses caras fazem, eu tenho uma tendência a gostar mais do estilo old school, principalmente os de robot dancing. Não danço isso aqui de break, mas quando eu era criança nos anos 80 eu sabia fazer o moonwalk. Acho que sou um talento disperdiçado.