terça-feira, 31 de outubro de 2006

Tim Festival 2006 - Daft Punk

Esses meus dias no Rio de Janeiro me fizeram constatar 2 coisas:

1 - os motoristas de taxi e ônibus estão mais sanguinários do que nunca. Tive certeza que eu ia morrer umas duas vezes, em uma delas inclusive um amigo chegou a abrir a porta do taxi e ameaçou pular fora, mas acabou desistindo. Por um milagre chegamos sãos e salvos ao destino.

2 - bigode me parece ser a atual moda entre os modernos. Ou o dia do bigode virou sucesso no Brasil inteiro?

Então, vamos pela ordem dos acontecimentos. O primeiro show que assisti foi o do Daft Punk, uma verdadeira loucura de sons e luzes.

DaftPunk02

DaftPunk03

DaftPunk01

Durante a apresentação dos robôs descobri porque esse era o show mais caro de todos os que assisti. O público, composto principalmente de patys loiras e boys bombados, era aquele disposto a gastar qualquer quantia para ver aquela atração. E ainda mais um tanto para, digamos, entrar no clima da noite.

Esta é a primeira vez que o Tim Festival acontece no Marina da Glória. Em alguns pontos o evento melhorou, em outros piorou. Uma coisa que me pareceu infinitamente pior foi o atendimento do bar. Já era de se esperar o preço exorbitante dos produtos dentro do festival. Uma garrafinha de água, daquelas mais pequeninas, que têm um gole de peso líquido, custava $4.

Durante o show do Daft Punk resolvi pegar uma água achando que voltaria para o meu posto dentro de 10 min. A fila que saía do bar que começava em uma lateral da tenda e terminava quase no meio da platéia. Fiquei um tempo que eu nem sei mais quanto naquela fila e quando chegou a minha vez a senhora que atendia, que tinha algum défice de inteligência e possivelmente de capacidade visual, me informou que ela não tinha mais fichas de água. A água estava ali do lado, mas a burocracia da ficha me impedia de alcançá-la.

Fiquei um tanto nervosa e em outra ocasião talvez eu fizesse um escândalo, mas resolvi que isso não podia estragar minha noite e me dirigi pacientemente ao outro bar. Lá comprei 3 fichas, uma das quais eu guardei para o outro dia. Mas para finalizar a saga da água com mais bom humor, no outro dia aquela ficha não valia mais.