domingo, 17 de setembro de 2006

9 anos de Obra e a camiseta comemorativa

Um dia desses, eu estava assistindo o programa da Oprah (sim, além de ler blogs de fofoca eu assisto a Oprah) e o tema do dia era pessoas que ficaram milionárias. Ela mostrou um cara que criou uma empresa de caça a tesouros, achou um navio carregado de ouro no fundo do mar e ficou milionário. O outro foi fazer sorvete em casa pro filho e, para congelar o negócio mais rápido, usou nitrogênio líquido (ou algo do tipo) e criou sorvetes em bolinhas, tipo aquele chocolate Chumbinho, só que menor. Aquilo fez um sucesso incrível e ele também ficou milionário.

Mas a história que mais me impressionou foi a de uma mulher que estava desempregada e pra passar o tempo começou a participar de todas as promoções que ela via no jornal, na revista, no rádio e tal. Ela ganhou tantos prêmios que mobiliou a casa dela inteira, ganhou TV, DVD, som, tudo que você possa imaginar. Um dia ela ganhou um barco que valia meio milhão de dólares e alguns meses depois, ganhou um prêmio de 1 milhão de dólares. Ela contou que fez disso a sua profissão. Todos os dias ela acorda, pega o jornal ou liga o computador, vê todas as promoções que estão rolando no dia e se inscreve em todas elas. A mulher fica o dia inteiro procurando e participando de promoções.

Então a Oprah falou com a dona que ela devia ser muito sortuda. Ela respondeu que não, que na verdade aquilo não tem nada a ver com sorte, mas sim com persistência e que por isso todo mundo podia ganhar como ela. Ela explicou que a maioria das pessoas não participa de promoções porque acha que não vai ganhar, então a concorrência é pequena. Disse também que proporcionalmente ela ganha tanto quanto qualquer pessoa, mas como ela participa de todas as promoções que acontecem nos EUA, o número total de prêmios fica grande.

Eu sempre fui cética em relação a promoções, achava que só o sobrinho do dono ganhava, então não participava de nenhuma. Depois desse programa minha vida mudou. É claro que não fiz disso minha profissão, tampouco fiquei milionária, mas esses dias eu ganhei um prêmio que é tão divertido que vale márdiumilhão.

O negócio era criar uma estampa para a camiseta que os funcionários da Obra usarão no próximo ano. Eu que freqüento aquele lugar assiduamente há tantos anos e nos últimos tempos com uma freqüência mais que semanal, pensei que ganhar o prêmio de entrada grátis durante seis meses seria bastante agradável. Eu e dois amigos mandamos nossos trabalhos com o combinado de que se algum de nós ganhasse, revezaria os outros dois como acompanhantes.

Participamos e não é que eu ganhei? Essa é a que eu mandei:

marca_aobra_9anos copy

E aqui você pode ver as dos outros cinco finalistas.

Fiquei super feliz com o resultado porque, além dos seis meses sem pagar entrada, é uma verdadeira honra ter um desenho meu estampado na camiseta da Obra, um lugar tão importante para a música independente e alternativa.

Quem é de BH pode comemorar comigo ou rir da minha cara recebendo o prêmio na festa de aniversário da Obra que acontece no próximo sábado no Lapa Multishow. Ó o flyer aí:

obra9anosmala