domingo, 30 de abril de 2006

Mais uma de Doherty

Pete Doherty volta a chocar os ingleses com seu comportamento nada exemplar. Mas não escrevo para vender tablóides, portanto coloco aqui apenas o link para a matéria.

Na verdade aproveito a deixa para, como prometi, falar um pouquinho sobre o que achei das duas bandas que nasceram da separação dos Libertines, minha preferida atualmente, como já é sabido.

O rei das agulhas e das colheres formou o Babyshambles e lançou em janeiro o disco de estréia Down in Albion. O álbum tem canções que me levaram ao delírio como a emocionante “Back from the Dead”, a música de acampamento “Loyalty Song”, as grudentas “32nd of December” e “Fuck Forever”, a animadinha “Killamangiro”, e a simpática “A Rebours”.

Mas o que me impressionou é como a banda consegue, no resto do disco, chegar ao fundo do poço com músicas realmente insuportáveis. Uma onda raggae aparece ao longo do álbum, mas acabou sendo super-explorada, o que, vindo de uma banda inglesa com background punk, não soa bem nem na teoria. (Vide participação com direito a dancinha bizarra de Chrissie Hynde no tributo a Bob Marley)

É importante ressaltar a competência de Doherty como compositor e letrista. Algumas de suas composições são excepcionais, mas aquelas em que deixa transparecer sua confusão e apatia deviam ter sido deixadas de fora do disco.

Em contrapartida, o seu ex-companheiro de palco, Carl Barat, mostra que tem como ponto forte a energia e a habilidade nos arranjos e na execução. Seu atual grupo, Dirty Pretty Things tem um perfil mais roqueiro e mostra músicas muito bem fundamentadas e poderosas. O álbum, que se chama Waterloo to Anywhere é bem mais coeso e qualificado que Down in Albion.

Entre uma música boa e outra melhor ainda, Barat deixou claro que a sua banda tem muito mais qualidade, envolvimento, seriedade e, conseqüentemente, mais futuro que a de Doherty.

As minhas faixas preferidas “Bang, Bang, You’re Dead”, “B.U.R.M.A.”, "The Enemy" e “Wondering”.

Escuta aí! Essa é a "Wondering" do DPT:


Powered by Castpost

E dá pra ouvir o disco completo online aqui.